Variações do Amor no Mundo | Clara Champbell

VARIAÇÕES DO AMOR

Love, the way of experiencing it and expressing it to others has captivated a large number of researchers. They deduced from their work 2 main types of culture of love in the World:
-In North America, Australia, Northern Europe and Western Europe, cultures would be more individualistic and this would affect the couple, its functioning, its essentials.
The most important thing in these cultures would be mainly the sharing of affinities and the freedom to choose one’s partner. Love would also be a way to escape isolation and start your own family.

Na América do Norte

Os americanos acreditam muito no amor romântico e geralmente demoram algum tempo a encontrar um parceiro. (de alguns meses a mais de um ano). Os casais são também mais demonstrativos através de palavras doces, declarações bonitas e através do toque.

Na Escócia

Uma das tradições de casamento escocesas consiste em cobrir o casal inteiramente com penas, depois com peixe e, por fim, com farinha e até terra, e depois levá-los por toda a aldeia, para os fazer compreender e sentir o que o outro sofre, para que se apoiem sempre um ao outro no futuro. Esta tradição diz que isso os protegeria de certos espíritos.

Na Alemanha

Após a cerimónia de casamento, um enorme tronco e uma serra são levados até ao casal e os noivos têm de serrar o tronco de madeira em dois. É uma tradição muito antiga que se chama: “Das Baumstamm Sägen”. Assim, demonstram que são e serão sempre capazes de ultrapassar as dificuldades juntos, lado a lado.

Na Suécia

Uma tradição matrimonial diz que, quando a noiva sai da mesa, todas as mulheres convidadas podem receber um beijo do marido. Quando o noivo sai da mesa, também todos os homens podem receber um beijo da noiva. Por isso, tentam ficar quietos! Isto mostraria aos cônjuges que nada deve ser tomado como garantido no casal.

Na República Checa

Os noivos são embrulhados na mesma toalha ou lençol e têm de comer sopa da mesma tigela, com uma só colher, por vezes com as mãos atadas! Isto significa para eles que devem ajudar-se mutuamente, partilhar e permanecer unidos.

No Japão

Uma lenda muito antiga conta que um rapaz estava a passear uma noite e viu um velho a ler um livro. Ele pergunta-lhe o que estava a ler. O velho responde que é um livro de casamentos e diz ao rapaz que ele ia casar com uma rapariga, apontando para ela com o dedo, porque ela estava a passar à frente deles naquele momento. O rapaz não quer casar de forma alguma no futuro e atira uma pedra à rapariga, que foge rapidamente. Anos mais tarde, a sua comitiva organiza o seu casamento arranjado com uma jovem rapariga. Mas quando ele descobre a sua futura esposa, para além de se apaixonar pela primeira vez, repara numa pequena cicatriz numa das sobrancelhas dela. Ele pergunta-lhe então como é que ela ficou com essa cicatriz e a sua futura mulher diz-lhe então que ficou com essa cicatriz por causa de uma pedra que lhe foi atirada por um rapaz há muito tempo.

Nas Filipinas

Love is expressed more through sharing a laugh together and listening to each other with great attention and concentration.

Na China

Na China, a festa dos namorados, chamada Qixi, realiza-se a 7 de julho.
Este festival baseia-se numa lenda chinesa que conta a história de amor impossível entre um agricultor e uma fada.
O agricultor esconde as roupas da sua fada para a reter. Ele declara-lhe o seu amor devolvendo-lhe as roupas e a fada decide ficar na terra com ele.
O amor entre eles é perfeito até que a deusa dos Céus intervém e transforma os amantes em estrelas no céu, separando-os pela Via Láctea.
A 7ª noite do 7º mês (ou seja, 7 de julho) é um dia muito especial porque as pegas voam e formam uma ponte entre os dois amantes para que se possam reencontrar e partilhar toda essa noite juntos.

No dia 7 de julho, durante o Qixi, muitos chineses gostam de admirar as estrelas e as jovens fazem oferendas à fada que é considerada uma deusa do amor.

RÚSSIA

Russians like to seduce with romantic dates, considerate gestures with marriage quickly as the objective.
In Russia, love was considered more of a fad that only existed in fairy tales.
A study indicates that Russians fall in love more quickly (less than a month) than Americans who take more time (between two months and a year) to settle into a romantic and exclusive relationship.
Valentine’s Day is celebrated in Russia but the most popular holiday would be the day of family, love and loyalty which takes place on July 8.
The family matters a lot to Russians and it is a cocoon, a space that they preserve, seeking to get along, avoiding conflicts and having a very strong relationship, particularly with their mother.
When a man has found his soul mate he can say this magnificent word: ‘Я однолюб’ which is pronounced in French ‘ia Odnoliub’ which means ‘I love’ as much as ‘I am one woman’s man’, or ‘I am faithful to this woman’ or this can be translated for a man who only knows one and only love in his life.

Em todo o mundo,

A canção de Francis Cabrel lembra-nos

O amor está em todo o lado onde olhamos Nos mais pequenos cantos do espaço No mais pequeno sonho onde nos demoramos

Consultas conexas

Comments are closed.